A doação de bens para os filhos é uma forma de distribuir e proteger o patrimônio da família. Para isso, existem alguns tipos de doação, que se encaixam melhor em diferentes situações, como a de reserva de usufruto. Nos casos de doações para donatário relativamente incapaz, ele deve ser representado pelos pais.

Agora, quando o donatário é absolutamente incapaz e a doação é pura (sem nenhuma exigência, motivação, limitação, condição ou encargo), não há restrições para a sua aceitação. Já no caso de um nascituro (que ainda não nasceu), ele deverá ser representado por um representante legal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *